Bring it on, 2016

À semelhança da maioria, as únicas passas de uva que como num ano inteiro são as da meia-noite de 31 de dezembro. Rio das restantes superstições, mas sempre me pareceu que preciso de cumprir este rito de passagem (oh p'ra mim a falar como a antropóloga que já esqueci que sou) para sentir, com o novo ano, alguma renovação. Dias depois já está, claro, tudo esquecido. De todos os desejos de todas as passagens de ano (of all the gin joints in all the towns in all the world... ), recordo-me apenas de um, feito na passagem de 2013 para 2014 - e desse lembro-me com clareza. Sei, no entanto, que é sempre uma mistura de vontades cuja concretização está fora do meu controlo e resoluções. Este ano, não me quero esquecer. Quero chegar ao final do próximo ano e saber o que aconteceu com os  -não doze, mas três- objetivos de agora: 


Mais deste blog - Ainda é bebé, mas um bebé muito adorado por mim. Não planeava gostar tanto e certamente não esperava ter sempre ideias para conteúdo. Foi a minha parte favorita de 2015 e estou a torcer que em 2016 mantenha o mesmo entusiasmo.


Um trabalho suportável - Não sinto, enquanto pessoa, o chamamento da empregabilidade. Não preciso de um emprego para me sentir útil, ou ativa, ou valorizada. Mas tem que ser, não é? Tenho horror à perspetiva de ter a minha vida consumida por horários de trabalho e horas perdidas em transportes, um salário miserável a troco de um trabalho a que sou indiferente. Espero começar devagar, com um part-time, mas independentemente da carga horária será o maior desafio que enfrentarei em 2016 - e a mudança que menos vontade tenho de encarar. 


Uma pessoa que seja minha - Há um ano estava numa relação com uma semi-pessoa que me falhou (pela primeira num rol infindável de vezes) na noite de ano novo. Nesse dia resolvi que não permitiria que se repetisse um ano depois, e assim foi. Foi difícil, mas estou finalmente grata por não ter essa pessoa na minha vida. Estou curada, à espera de coisas seguramente melhores, e sabendo que nunca me irão roubar a certeza de que o amor romântico é o melhor da vida. Vá, saúde também. E roupa bonita. But mostly love. 



42 comentários

  1. que os teus desejos se realizem.! 💞💟
    beijinhos
    http://belezademulheremae.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Nádia, espero que tenhas um ano excelente! Não sabia que eras Antropóloga, que fantástico. Não estás assim tão longe da minha profissão (ou daquilo que estudei), o que é curioso :) Resumiste a ideia que tenho sobre o trabalho. É mesmo isso, não quero que me consuma, não considero que me defina e, apesar de adorar aquilo que estudei, não quero que a minha felicidade dependa do meu sucesso (ou insucesso) nesse âmbito. O blog tem-me ajudado a perspectivar as coisas de outra forma, a perceber que há outras coisas importantes e interessantes na minha vida, que valem igualmente o meu tempo. Por isso também espero que tenhas o maior dos sucessos neste teu cantinho ;) *

    http://aondenaoestou.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou antropóloga, ou melhor, sou formada em Antropologia... antropóloga de profissão acho que nunca virei a ser. Sinto-me uma sortuda por ter ido parar, mais ou menos por acaso, à Antropologia - ajudou-me a formar a minha visão do mundo de uma forma que poucos cursos conseguem. Mas tal como tu tenho percebido que posso levar o que aprendi no meu percurso académico para tudo o que faça, e está a ser tão bom! :)

      Eliminar
  3. Olá Nádia!
    Que tudo o que mais desejas se torne realidade e ao ritmo que pretendes!
    Bom Ano!
    Beijoca***

    Visita: momentomaravilha.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Aposto contigo que os teus objectivos se vão realizar. São coisas perfeitamente compreensíveis. Ah, e de facto o blog é muito bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreensíveis são, a vida é que é uma marota. Ah, e obrigada :)

      Eliminar
  5. Que consigas concretizar todos os teus desejos :) Feliz 2016 :D

    ResponderEliminar
  6. Espero que 2016 traga tudo aquilo que ambicionas!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  7. Que venha o 2016 e os teus desejos se tornem realidade!

    Bom Ano

    ResponderEliminar
  8. Em Feliz Ano Novo e que todos os objetivos se realizem!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Desejo sinceramente que todos os teus desejos, muito realistas a propósito, se concretizem. Mando-te todas as minhas boas vibrações =)

    ResponderEliminar
  10. Que 2016 consigas realizar e atingir todos os objectivos.
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Espero que o novo ano traga tudo o que procuras. E que te traga sem teres de procurar porque as surpresas da vida são maravilhosas!
    (O primeiro objectivo que numeraste também me dá muito jeito a mim que adoro ler-te!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mil obrigadas! E feliz 2016, querida Cat :)

      Eliminar
  12. É impensável não elogiar o teu texto e maravilhosa escrita!

    Que 2016 seja maravilhoso :D

    Beijinhos,
    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vocês são todas tão queridas, não se aguenta! <33

      Feliz 2016 para ti :)

      Eliminar
  13. Partilho os teus dois primeiros objectivos. Já estou parado há 2 anos mas não queria nada terminar num call center. Como não posso ficar eternamente à espera que me respondam, temo que vá ser esse o meu fim, ugh. Sou um eterno romântico portanto subscrevo que esse tipo de amor é o melhor da vida. Espero que consigas alcançar tudo o que pretendes e aproveito para te desejar um Feliz Ano Novo :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço bem o que descreves em relação ao trabalho, estou na mesma situação e é, desculpa-me, uma valente merda.
      Mas hey, feliz 2016!

      Eliminar
  14. Espero que consigas atingir os teus objectivos! E não desanimes com o trabalho. Se trabalhares numa coisa que seja a tua paixão e que gostes realmente, nem dás pelo tempo passar e podes-te realizar com isso. Mas entendo perfeitamente o teu pensamento, acredita! Força, sem desânimo :)
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que trabalharmos naquilo que gostamos torna a coisa mais fácil, mas já estou há algum tempo parada precisamente porque ainda espero encontrar um emprego numa área com a qual tenha alguma afinidade...O que temo é, como diz o Ricardo no comentário anterior, terminar num call-center ou noutro sítio que deteste.

      Bom 2016 para tiii :)

      Eliminar
  15. Feliz ano novo querida ;) Lots of love! :)

    ResponderEliminar
  16. Espero que consigas alcançar todos os teus objetivos :)
    Gostei muito do teu blogue

    ResponderEliminar
  17. Que todos os teus e os nossos objectivos sejam realizados.

    Tem um excelente ano de 2016
    Beijos de boa noite´

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Desejo-te acima de tudo um ano incrível! <3
    beijinhos
    The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  19. Ola Nádia.
    Gosto muito de ler o teu blog e como tal, desejo que o ano de 2016 seja excelente para ti e te traga montes de sucessos.
    Quanto ao trabalho, acho que um dia encontrarás um que gostes e aí não te sentirás aborrecisa com horários nem nada do género...
    Beijinhos e um grande 2016.

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Espero mesmo, de coração, que concretizes esses teus desejos/objectivos :) Algo me diz que 2016 será um ano bom e doce :)

    ResponderEliminar
  21. Um blog é definitivamente terapêutico! Que continues a gostar de por cá andar :)
    Tem um feliz Ano Novo!

    ResponderEliminar
  22. É isso mesmo! Determinação e esperança para o novo ano! Desejamos o mesmo para o nosso blog e esperamos conseguir todas! :)
    Um beijinho e um feliz ano novo!
    Http://www.abreapestana.com

    ResponderEliminar
  23. Sabes o que me acontece sempre com as passas de uva no meio da confusão que é meia-noite? Perco a conta, já não sei quantas comi e quantas falta comer, já não sei quantos desejos pedi, depois já dou por mim a repetir desejos e acabo sempre por pôr tudo o que falta na boca e pensar "eit, que se lixe, para o ano faço isto bem!" ;D Um feliz ano com tudo o que desejas, querida! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço bem a experiência - lá para o final, dou sempre por mim a repetir os desejos mais comuns. Mas aguento! Um ano feliz, Cat!

      Eliminar
  24. Confesso que não sou grande admirador de passas de uva. Juro que já tentei de inúmeras formas e estratégias, mas a relação entre elas e o meu paladar teima em nunca se desenrolar. Como tal fico-me apenas pelo belo copo de champanhe, ano após ano.

    Apesar de ter caído aqui, recentemente, aos trambolhões admito que fiquei admirado com o teu “bebé”. Embora seja homem, e sendo o teu conteúdo dirigido maioritariamente para o público feminino, abordas algumas temáticas que me suscitam interesse e que me cativam. Tudo isso aliado à tua notável escrita e um repertório lexical, por vezes, invejável tem tudo para prosperar na blogosfera.

    Ainda me encontro no terceiro de cinco anos da minha formação superior pelo que, ao contrário de ti, ainda não enfrentei em primeira mão a realidade do mercado de trabalho. No entanto, sou apologista de que não devemos ser escravos de um salário e ficarmos sem tempo para levarmos uma vida tranquila e enriquecedora. E sendo tu uma jovem embebida com o espírito que tanto nos caracteriza encontrarás, certamente, o rumo que mais te apraz, coragem!

    Infelizmente, as relações amorosas são cada vez mais artificiais. Como digo algumas vezes, falta-lhes cada vez mais uma pitada do romance dos 50’s. Também se não for romântico nem vale a pena perder tempo, porque esse é precioso.

    Posto isto, resta-me desejar-te um Feliz Ano Novo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, João.

      Em relação à (tentativa de) entrada no mercado de trabalho, só posso dizer que é chato. Mesmo. É chato passar horas por dia nos sites de emprego sabendo que as melhores oportunidades raramente passam por lá, porque muitas entidades empregadoras preferem candidatos que lhes sejam recomendados; é chato ir a entrevistas para cargos de alguma responsabilidade e sermos brindados com condições vergonhosas; é chato sabermos que temos competências e aptidões que podíamos aplicar para criar a nossa própria fonte de rendimento e ver que é tudo tão difícil de concretizar. Mais chato que isto, só trabalhar 8/h por dia num emprego indesejado e mal pago. Mas feliz ou infelizmente, esse (fatídico) dia há-de chegar.

      Podes continuar a passar, que haverá sempre conteúdo não relacionado com roupa e maquilhagem. Pode não ser a maioria, mas haverá. E retribuo os votos de Feliz 2016 :)

      Eliminar
  25. Gostei muito do teu blog e identifiquei-me muito com este post. Beijinhos da nova seguidora :)

    http://aboemiacatita.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  26. Primeiro, em relação ao blog tens aqui um bebé muito perfeitinho e de boa saúde, a crescer de dia para dia.:p Quanto ao trabalho, eu estou agora a poucos meses de terminar o meu curso e de entrar para o mercado de trabalho e também estou cheia de dúvidas, mas sei que preciso de algo para me sentir útil e ter a minha dependência (não viver para sempre às custas dos pais), mas também o quero com conta, peso e medida, sem perder coisas essenciais na vida por umas horas de trabalho a troco de quase nada. É uma questão de prioridades e de lutarmos para encontrar o caminho certo.:)
    Quanto ao amor, ama-te a ti sempre em primeiro lugar e não te esqueças que quem ama cuida e não falta ao respeito. Boa sorte para encontrares o teu príncipe encantado e Feliz Ano Novo!;)

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. Ohh obrigada <3
    Bom ano e boa sorte, beijinhos!

    ResponderEliminar
  28. Que os teus desejos se realizem, um bom ano :)

    ResponderEliminar
  29. São desejos simples mas todos eles importantes. Eu fico cá a torcer para que se realizem! :D
    Beijinho*

    ResponderEliminar

© Kill Your Barbies. Design by Fearne.