Vamos lá falar de coisas importantes:

Ora eu não gosto de ter o meu cabelo comprido. BAM! Tinha que deitar isto cá para fora. Mesmo arranjado, não me agrada a sensação de ter ali um peso morto caído sobre os ombros, que nunca sei se hei-de puxar para um lado ou deixar que ande pendurado ao Deus-dará; enfim, um desconforto. Então, Nádia, porque tens uma fotografia na barra lateral com cabelo a perder de vista? Para responder à pergunta que ninguém perguntou temos que ir por partes, como em todos os assuntos hiper-complexos e relevantes para o futuro da espécie humana. Primeiro, porque muito embora goste dele mais curto, há um equilíbrio ténue entre o cool e a desgraça. Já o tive tão curto a ponto de não me permitir o mais ínfimo rabo-de-cavalo e não gostei. Acho que a menos que tenhamos um rosto perfeito (tipo este), um corte pela altura do queixo consegue alterar-lhe completamente a dinâmica e a mim, particularmente, o resultado não fez favores nenhuns. Segundo, porque é raríssima a vez em que fica exatamente como quero. Gosto do salão que frequento, não me tentam rapar o cabelo e sou sempre eu a pedir "mais, corte mais", mas no meio de todas as indicações que tenho é comum haver qualquer coisa que me escapa. Foi assim que ontem pedi um corte acima dos ombros, a direito e "ligeiramente escadeado nas pontas", quando queria ter dito "ligeiramente desfiado nas pontas". Não tenho sequer forças para descrever a diferença. Não é terrível e é pouco percetível (nenhuma alma além de mim se há-de apoquentar com isso) mas tenho, efetivamente, o cabelo ligeiramente escadeado nas pontas. Pontas à parte, está assim, mas não consigo parar de me olhar ao espelho a cada meia hora e desejar ter dito desfiadas em vez de escadeadas. É nestas alturas que o bom-senso e a vergonha na cara nos obrigam a lembrar de que existem guerras, fome e atrocidades várias no mundo, certo? 


Update:

Mini-amostra a pedido de duas ou três famílias



37 comentários

  1. E eu queria tanto ter o cabelo comprido. Vamos trocar!!! haha
    O meu está mais ou menos como o da Keira, porque pensei "Oh pá, se não cresce, vamos pô-lo na moda". Não é que desgoste, mas não sei arranjá-lo. Esse é o defeito. Então acabo por andar toda despenteada, propositadamente. Por incrível que pareça, resulta melhor do que se tentar arranjar. É muito triste! Ontem, adormeci super deprimida, depois de ver o cabelo da Lucy Hale: https://www.instagram.com/p/BCL02WMwuuw/?taken-by=lucyhale Só conseguia pensar "Mas por que raio não consigo eu pôr o meu cabelo assim?" É coisa para deitar abaixo a auto-estima de uma pessoa! Porque, logo para começar, só devo ter metade do cabelo que ela tem e depois tenho a cara mais redondinha... Enfim!
    Mas se o teu cabelo está como o da imagem, está LINDO!!!
    Deste lado, morre-se de inveja! Como se já não bastasse teres essa carinha... Oh vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já experimentaste um ferro de ondular? Custa apanhar-lhe o jeito, mas dá para fazer ondas como as da foto que mostraste, especialmente se juntares um bocado de champô seco para dar textura. O meu está assim (quando o tenho deste tamanho só gosto de o ver ondulado) tirando o pormenor das pontas que me está a matar por dentro, ahah! Obrigada, és uma querida tu :))

      Eliminar
    2. Não tenho. E, neste momento, não pode ser prioridade. Mas há-de chegar o dia em que vou andar de cabelo lindo e maravilho. Ai há-de, há-de!
      É complicado ser-se assim. Compreendo! E quando ninguém nos percebe, porque só nós vemos os defeitos, irrita... Nossa! Mas pensa também que é uma questão de hábito e que, daqui a uns dias, já nem dás por isso. :)

      Eliminar
  2. Como te entendo. Já me aconteceu o mesmo e a diferença é realmente brutal. Porquê? Porque o cabelo enrola de um lado, sai para fora do outro e fica sempre a parecer uma merda. Eu agora digo: eu quero que o cabelo enrole para dentro sem ter de estar duas horas com a escova e o secador para conseguir essa proeza. E consegui. Agora tenho o cabelo acima dos ombros, mas cheio de estilo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu não enrola para lado nenhum que eu não deixo, mas mesmo estando a direito nota-se que tem ali uma camada extra a dois centímetros das pontas...

      Eliminar
  3. É tão chato quando não gostamos do corte de cabelo que nos fazem :/ Eu ainda não consegui encontrar um cabeleireiro que me corte bem o cabelo, fica sempre algo esquisito. E não consigo encontrar um cabeleireiro africano que me suscite confiança. Enfim, dilemas complicados

    ResponderEliminar
  4. Poe foto :D
    Podes sempre tirar essa camada extra :p

    ResponderEliminar
  5. Como te entendo, mulher. Mas tenho um problema: PRECISO de prender o cabelo no Verão, se não morro, e não gosto de rabos de cavalo com cabelo curto. Resultado: Corto curtinho no Outono, e depois é deixá-lo crescer até ao Outono seguinte e passar pela tristeza de passar o Verão com pontas queimadas e tal. Mas tem que ser, paciência!

    Jiji

    * GIVEAWAY - Ganha um Colar + Pulseira + 3 anéis da Coolares *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim, rabos de cavalo com cabelo curtinho são só tristes x)

      Eliminar
  6. Adoro o corte que fizeste! Se está assim como na foto, está espectacular...aposto :)

    ResponderEliminar
  7. Se está como na foto, é um corte bem giro!

    ResponderEliminar
  8. Ou então levas uma fotografia e dizes "é assim", não vá o português atraiçoar-te novamente, haha. Eu como tenho o cabelo encaracolado tenho uma relação mais complicada com cabeleireiros. Raras vezes saio satisfeita - nos últimos anos, nunca. Mas olha que se ficou como na fotografia está óptimo! E podes sempre voltar daqui a um mês e pedir para desfiar as pontas :)

    ResponderEliminar
  9. Haha adoro mesmo a maneira como tu falas dos assuntos (penso que já disse isto, mas é sempre bom repetir) :) Tens que mostrar como ficou! Às vezes nos primeiros dias com o corte parece que o cabelo tá feio, não gostamos, não o sabemos domar (acontece-me sempre isso quando vou ao cabeleireiro, tendo cabelo comprido ou curto), mas depois arranjamos um modo e uma rotina. Em Setembro de 2014 decidi cortar cerca de 30cm de cabelo e adorei o efeito, mas também o adoro comprido como o tenho agora :)
    Beijinho

    http://fashionunderconstruction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sim, e eu agradeço outra vez :)
      Tens razão, também me acontece sempre isso! Nunca gosto ao sair do cabeleireiro, mas passado uns dias aprendo a arranjá-lo e fica tudo bem. Hoje já detesto menos as pontas escadeadas :P

      Eliminar
  10. Só tu para divagar sobre cabelos desta forma!! Padeço do mesmo mal, não consigo deixar crescer o cabelo! Acho que é trauma de infância (quando era criança a minha mãe não me deixava cortar o cabelo, andava sempre com ele comprido e não gostava nada). De momento, tenho-o pelos ombros, mas é sempre um sacrilégio conseguir que ele fique decente porque o meu cabelo nem é liso, nem ondulado, ficando ali num meio termo que me dá cabo dos nervos. Tenho de andar sempre com a placa alisadora atrás (que o estraga imenso, por mais produtos que use). Mulher sofre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também estou ali no meio entre o liso e o ondulado (ou seja, tenho frizz, ahah) e uso os ferros de esticar/ondular independentemente do comprimento. Demora cinco minutos e fica ótimo. E quando comecei a usar protetor de calor deixei de notar o cabelo estragado :)

      Eliminar
  11. eu queria ter o meu cabelo liso, vejo penteados lindissimos, e nunca irei conseguir fazer :(
    beijinhos, http://dilostmoon.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Eu já tive o cabelo curto - há muitos, muitos anos - e jurei que nunca mais. Mas acho que o teu corte até ficou bem (=

    ResponderEliminar
  13. Ahaha hoje temos post sobre o mesmo assunto com posições completamente antagônicas! Percebo o que dizes com o desfiado, eu sou traumatizada com a palavra escadeado, mas o teu corte está bonito pelo que se vê na foto!

    ResponderEliminar
  14. Eu sou o oposto! Adoro cabelos bem longos, quanto maior melhor (dentro de alguns limites, vá). Mas percebo a tua dor. Há uns anos achei que a minha cena era ter cabelo curto! E assim do nada passei de ter cabelo pelo fundo das costas a uma espécie de bob cut. Mas a coisa não correu como eu queria, o corte não me favorecia e eu sentia-me despedida sem a minha longa cabeleira! Aprendi a lição, cabelos curtos não são de todo para mim :p
    Mas até gosto de ver esse corte que aparentemente tens agora, fica giro! Mas se não gostas, só te desejo que ultrapasses isso rápido :p
    xx, Ana

    The Insomniac Owl Blog

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já ultrapassei, ahah! Este tamanho e tipo de corte é mesmo o meu favorito, não estava preparada para as pontas escadeadas mas agora acho que até faz sentido porque cria mais volume e movimento (o que é bom porque não tenho muito cabelo). Quanto ao cabelo comprido, eu acho piada durante um ou dois meses, mas sinto-me mais "eu" com ele deste tamanho. É desta que passo a ir ao cabeleireiro regularmente e não de ano a ano!

      Eliminar
  15. já eu ainda só tive o cabelo curto duas vezes

    ResponderEliminar
  16. Normalmente o meu problema é cortarem demais, sempre tive problemas em mudar o estilo de cabelo que uso :(

    NINETEEN MOONS

    ResponderEliminar
  17. Por acaso, pela foto na barra lateral, gosto de te ver o cabelo comprido mas o corte que fizeste agora também acho que te deve ficar lindamente, tens um rosto bonito ;).
    Beiinhos.

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Como eu te compreendo! Já me aconteceu ir imensas vezes ao cabeleireiro e sair de lá destroçada, geralmente porque me cortam mais cabelo do que pedi. Fico super triste e apesar de saber que existe situações piores custa sempre, é a nossa imagem. Há quase um ano que não corto o cabelo, às vezes tenho receio de me arrepender. Já cortei o cabelo imensas vezes pelos ombros e apesar de gostar de ver é muito chato! O cabelo curto ganha jeitos horríveis e para mim dá mais trabalho do que ele maior.
    Espero que te sintas melhor em breve <3

    Um beijinho,
    http://secretsofablondie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah é verdade que alguns cabeleireiros tendem a cortar do mais do que lhes pedem. Mas eu não acho que o cabelo "curto" (para mim curto é um pixie cut, isto é cabelo médio) dê mais trabalho - passo o ferro de alisar, o de ondular e está tudo feito em dez minutos :)

      Eliminar
  19. ahahahah, eu não me imagino com o cabelo curto, simplesmente pelo facto de parecer um caniche, ao ter o cabelo comprido como fica mais pesado não arma tanto, ter o cabelo curto é mesmo para esquecer no meu caso. Neste momento a única guerra que travo com o meu cabelo é em relação à queda, mas sendo ''de família'' pouco ou nada adianta, é quase uma guerra perdida, mas mulher que é mulher vai à luta. Vejo que um cabelo curto dá mais trabalho, toda a gente quer andar com aquelas ondinhas perfeitinhas, enquanto um cabelo comprido é aquilo e mais nada. Well, é só a minha opinião :)

    Beijinho,
    Lifestyle & Co.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O trabalho depende sempre do que se faz ao cabelo. Com cabelo comprido há quem goste também de fazer ondas... Pessoalmente, como não dispenso os ferros de alisar qualquer que seja o comprimento, com cabelo mais curto só acrescento um passo. Mas bom, não me importava mesmo que desse muito mais trabalho, porque não gosto meeesmo de ter cabelo comprido.

      Eliminar
  20. Gosto de ver cabelos curtos se bem que não ficam bem a toda a gente, além de que para ficarem giros devem ser fortes senão ficam colados á cabeça. O meu também estava muito comprido mas dava muito trabalho pois faço desporto assiduamente, cortei pelo queixo e agora ando desesperada a deixá-lo crescer de novo, mal dá para prender num rabo de cavalo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que falamos de coisas diferentes quando nos referimos a cabelos curtos. Para mim cabelo curto é um pixie cut, mas já percebi que pelos ombros já é, para o resto do mundo, cabelo curto :P
      Por acaso tenho a opinião contrária à tua, acho que toda a gente fica favorecida com um bom corte. Pelas orelhas também não, mas mais curto que o super-comprido que é a regra, sim.

      Eliminar
  21. Tive exactamente o mesmo problema com o "escadeado" há meio ano atrás. Tanto que fui logo de seguida a outro cabeleireiro cortar mais para o tirar (não estava a aguentá-lo! :P)

    ResponderEliminar
  22. Gosto imenso de te ver de cabelo comprido mas pela amostra que me mostras tambem gosto de te ver com o corte ;) És bonita e fica te bem das duas formas.
    Eu farto-me é de ver em mim cabelo comprido e depois corto acima dos ombros e depois farto-me de ter assim curto...enfim, sou mesmo difícil..:) O meu cabeleireiro tem muito a aturar-me...o que vale é que ele é MUITO BOM profissional :)
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, também me acontece! Em teoria gosto dele mais curto e estou sempre a queixar-me que comprido é chato e desinteressante, mas depois corto e também não passo logo a adorar. Oh well, first world problems. Obrigada <33

      Eliminar
  23. Sempre tive o cabelo comprido, o mais curto que já cortei foi até aos ombros, mas adoro os looks mais curto atrás e comprido à frente. A ver se ganho coragem ... :)

    ResponderEliminar
  24. Encontrar um salão que gostamos e que seguem as nossas instruções sem inventar muito já é uma grande conquista. Felizmente também já encontrei um sítio assim. E é verdade que nem todos os rostos permitem todos os cortes. Eu tenho tendência para o cabelo comprido, é assim que o costumo usar, até ao momento em que me apetece uma mudança a sério e corto pelos ombros. Gosto muito de cortes ainda mais curtos mas é nas outras pessoas: como tenho uma cara redonda, acho que não me favorecem de todo!
    Pela amostra da tua fotografia, não me parece que tenhas ficado mal servida, mas percebo que quando se tem outra ideia na cabeça, é irritante não se conseguir o que se quer, e neste caso apenas pela troca de uma palavrinha.
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar

© Kill Your Barbies. Design by Fearne.