Como fazer granola (vegan)



Como alguém que não é grande apreciadora de cereais, a primeira vez que experimentei granola foi muito recentemente. Provei duas da Cem Porcento, uma de frutos secos e a outra de chocolate e coco. O sabor era ótimo, mas tinha alguns problemas, como aditivos desnecessários que a tornam menos saudável do que poderia ser (se é para comer aveia queremos que seja saudável, certo?). O preço também não é o mais simpático e, dado o baixo custo da aveia - que é o ingrediente principal da granola - acaba por compensar, em todas as frentes, prepará-la em casa. É simples, rápido, e o produto final conserva-se por mais de uma semana. Eu gosto de a desfrutar a acompanhar este gelado ou sozinha, como snack (ao ver um filme, quase substitui as pipocas).  Outra opção é combinar com um leite ou iogurte de origem vegetal. Esta receita é para uma granola de cacau e coco, mas a base será a mesma para qualquer granola que queiram fazer! 


INGREDIENTES 

- 300g de flocos de aveia 

- Uma chávena de chá de açúcar mascavado 

- Meia chávena de chá de coco ralado 

- Meia chávena de chá de cacau magro em pó 

- Uma colher de sopa bem cheia de canela 

- Uma colher de café de extrato de baunilha


PREPARAÇÃO 

-  Num recipiente misturar o açúcar, o cacau, o coco, a canela e a bauniha. 

- Juntar água aos poucos, até obter uma consistência homogénea e consistente, semelhante ao mel ou caramelo. 

- Envolver muito bem os flocos de aveia nesta pasta, até que toda a aveia esteja coberta. (Se quiserem incluir frutos secos, deverão adicioná-los agora).

- Dispor num tabuleiro grande forrado com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 150º. Convém mexer uma vez para que a granola fique tostada por igual e, quando esta apresentar uma tonalidade dourada, retirar. Pode ser conservada num recipiente com tampa, longe de fontes de calor.


Nota: Se quiserem adicionar bagas, passas ou pepitas de chocolate deverão fazê-lo depois de retirar do forno (e, no caso do chocolate, convém deixar arrefecer). 


Gostam de granola? Preferem comprar ou preparar em casa?



37 comentários

  1. Nhami! Parece fácil de fazer - confesso que sou uma preguiçosa de primeira por isso acabo por comprar feita. Com iogurte grego, é o céu!

    Jiji

    ResponderEliminar
  2. Há muito tempo que quero experimentar fazer em casa, mas vou adiando sempre. Também não gosto de comprar granola já feita, até porque essas normalmente estão carregadas de açúcar. Esta parece-me ser bastante simples e fácil de fazer... Quando tiver um dia com mais tempo, vou experimentar! :D

    ResponderEliminar
  3. Adoro granola, mas nunca experimentei fazer em casa. Esta quarta-feira vou estar de folga, acho que vou experimentar! Esta tua receita parece bastante simples (=

    ResponderEliminar
  4. Adoro granola, costumo fazer em casa pelos mesmos motivos. As de compra costumam ser ridiculamente caras e nada saudáveis! Tenho de experimentar essa, parece estar crocante, mesmo como eu gosto :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que esta ficou até demasiado crocante. Foi a minha primeira tentativa e deixei uns minutinhos a mais no forno.

      Eliminar
  5. Adoro granola, também faço em casa e depois de arrefecer ponho sempre pedaços de chocolate negro como sugeriste :)
    Costumava comprar já feita, mas sem dúvida que a caseira é muito melhor... e mais amiga da carteira ;)
    Beijinho

    http://her-concept.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. adoro granola e se for caseira, venha ela :p

    Beijocas,
    ANDA DAÍ!

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de granola! Obrigada pela partilha da receita ;)
    Miss Giggles

    ResponderEliminar
  8. Parece-me fácil! Acho que me vou aventurar e vou fazer!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  9. Ainda esta semana vou experimentar fazer a minha primeira granola! Já agora, vitamina B12, tens algum post sobre o tema? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria perfeito! Ando a pesquisar, mas a opinião de quem sabe é o melhor :-)

      Eliminar
  10. Parece super fácil de fazer e deve ficar igualmente ou ainda mais delicioso!
    Beijinho, Something Contemporary ♡

    ResponderEliminar
  11. Eu faço de vez em quando e gosto muito! Beijinhos :D

    NINETEEN MOONS

    ResponderEliminar
  12. Aiii gosto tanto de Granola que acho que sou bem capaz de experimentar esta receita - homemade é sembre bem melhor!
    Grande beijinho e boa semana,
    Madalena

    www.maadalenaaa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Nunca fui grande apreciadora de cereais, depois de ter consciência da quantidade absurda de açúcar que a maioria é composta, menos ainda.
    Já a algum tempo que faço a minha granola, vou misturando coisas novas, sabores diferentes a cada confecção para não enjoar e acho muito melhor das que compramos.
    É também uma coisa que é fácil de fazer e se for feita numa quantidade razoável pode ser consumida toda a semana. Adoro!

    ResponderEliminar
  14. Eu já experimentei algumas granolas (ou pelo menos espécies de) e apesar de terem um bom sabor, continuo a preferir uma versão mais light tipo muesli. E entre comprar já feito e fazê-lo em casa, sou da opinião que é sempre melhor fazer estes tipos de "cereais" em casa. Já experimentei versões feitas de supermercados, e a quantidade de açúcar que estes produtos têm é uma coisa impensável. É que não só faz super mal como até destorce o sabor dos produtos.

    ResponderEliminar
  15. Habitualmente compro, mas esta parece-me bastante mais saudável :)

    ResponderEliminar
  16. Confesso que nunca me passou pela cabeça confeccionar as barritas de granola. A preguiça fala mais alto e compro-as sempre já preparadas. De qualquer forma, o resultado final parede delicioso!

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  17. aqui está um post útil.. concordo com o preço nada simpático.. vou experimentar para por no iogurte..
    beijinho
    Beleza De Mulher e Mãe
    Facebook
    Instagram

    ResponderEliminar
  18. Looks so good, tenho mesmo que experimentar esta!

    ResponderEliminar
  19. Não sei se gosto ou não mas sem dúvida que tenho de experimentar para saber.:)
    Obrigada pela partilha.
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. olá olá :)
    muito recentemente deixei de consumir carne, não só pelos motivos mais "animais" e ambientais mas porque lido de muito perto com casos de câncro e é inegável a relação que o consumo de carne o câncro austentam.
    tenho feito desta uma mudança muito gradual, isto é, ainda consumo algum peixe e ovos, leite nunca bebi porque nunca gostei. o "problema" que me assombra são as proteínas vegetais. sempre fui muito boa boca mas o tofu e o seitan simplemente não pegam, já tentei por várias vezes e tenho automaticamente vómitos, talvez não tanto pelo sabor mas pela textura, isto tem atrasado o meu fim ao consumo de peixe. tenho feito algumas pesquisas mas nunca consigo encontrar nada consensual relativamente ao vegetarianismo sem a necessidade de consumo destas proteínas e, assim, peço a tua opinião/experiência :)

    beijinhos, Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana!

      Tal como tu, fiz uma transição gradual para o veganismo: primeiro deixei de comer carne vermelha, depois toda a carne, depois peixe e finalmente, muito recentemente, ovos e derivados do leite. Em termos de saúde não é necessária uma transição gradual, mas ao nível dos hábitos ajuda muito. Como passei por várias fases e vários tipos de alimentação (com o tempo, vais perceber que há muitos estilos dietéticos dentro do veganismo/vegetarianismo), acho que te posso ajudar.

      Na verdade, a proteína é um não-problema. O corpo humano prefere, como a sua fonte de combustível principal, a glucose proveniente de hidratos de carbono, pelo que a proteína não deve ser a base da nossa alimentação. É necessária, mas não em grandes quantidades. Há um vídeo que explica muito bem esta questão, aqui: https://www.youtube.com/watch?v=8JG4Whjr9t0. Uma das raparigas é nutricionista e pega no exemplo da dieta paleo para explicar porque é que o nosso corpo precisa, acima de tudo, de hidratos de carbono. Há também um livro do Dr. Douglas Graham chamado The 80/10/10 Diet que acho muito relevante para esta questão.

      Excelentes fontes de proteína são lentilhas e feijão preto. Mas repara que a proteína está presente nos mais variadíssimos alimentos, como bróculos, espinafres, cogumelos, chia, couve-flor, tomate, etc. Por isso, desde que faças refeições abundantes (quando não consumimos produtos de origem animal, devemos comer em proporções maiores) será muito improvável que venhas a ter um défice de proteína.

      No entanto, e não sendo necessário comer alimentos processados como o tofu e a soja, eu gosto de os incluir ocasionalmente nas minhas refeições, por gostar do sabor. Se gostas de salsichas, recomendo-te as salsichas de soja da Izidoro (na versão grande, porque as pequeninas não são tão boas), cujo sabor é igual, ou melhor, que o das "normais". Nos supermercados costuma haver uma marca chamada Cem Porcento - não é barata, mas tem coisas muito divertidas e saborosas como chouriço ou farinheira vegetal, para quem gosta de enchidos. Eu, que nunca gostei desse tipo de comida, gosto muito da versão vegetal!

      Existem várias marcas de tofu e seitan, e há uma diferença enorme de sabor e qualidade entre as diferentes marcas, por isso aconselho-te a visitares uma loja Celeiro, se tiveres uma perto de ti, e ires experimentando as diferentes variedades. Se não gostares não te preocupes, porque também não é necessário de um ponto de vista nutricional.

      Se de vez em quando tiveres vontade de comer uma coisa diferente, recomendo os produtos d'O Talho Vegetariano, que faz substitutos idênticos ao frango e ao atum, por exemplo. E quando digo idênticos, são mesmo iguais!

      Mas como disse, estes exemplos de alimentos processados são apenas sugestões que podem tornar as nossas refeições mais divertidas e ajudar na transição, porque na realidade não precisamos deles. Tem apenas atenção à B12 - existem vários suplementos no mercado; eu costumo comprar os meus aqui: http://www.centrovegetariano.org/loja/index.php?

      Tenho um post com vários links onde podes encontrar mais informação sobre as dimensões alimentar, ética e nutricional do veganismo. De facto, quando consideramos todas as razões para uma dieta à base de plantas, é muito mais fácil fazermos esta transição :)

      Ajudei?

      Eliminar
    2. muito obrigada :) ajudaste muito mesmo! eu já sou cliente celeiro mas ainda assim o tofu deles não me convenceu, quanto ao resto que mencionaste, já é muito do que faço - e ainda bem!
      muito obrigada, descansaste-me bastante e excelente continuação para ti e para este blog muito muito útil :)

      Eliminar
  21. Também prefiro fazer em casa, é rápido fácil e muito melhor. Adorei a receita :) Tenho que fazer!

    Beijinhos!
    Stephanie's Daily Beauty

    ResponderEliminar
  22. Eu adoro, adoro, granola!
    Então com iogurte e morangos, é mesmo uma delícia!
    Não conhecia o blog mas adorei e já estou a seguir!
    Beijinhos!
    An Aesthetic Alien | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu aprendi a gostar, adoro especialmente com gelado!
      Oh, tão querida! Obrigada :)

      Eliminar
  23. Estou há séculos para fazer granola em casa, mas agora que estou de férias, e com a ajuda desta receita, já não tenho desculpas para não o fazer!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  24. Obrigada pelo teu comentário <3 Também costumo fazer a granola em casa e faço praticamente a mesma receita que esta que partilhaste, mas costumo fazer com açúcar de côco (gosto mais do sabor e tem um índice glicémico mais baixo) e às vezes também junto frutos secos :)

    Beijinhos, xx
    mylittlecorner7.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  25. Adorei a tua versão da granola.:) Também costumo fazer mas nunca lhe coloquei cacau, da próxima vez vou experimentar. ;)

    Gostei muito do teu blog. :)

    http://beyoubest.blogspot.pt/

    Beijinhos*

    ResponderEliminar

© Kill Your Barbies. Design by Fearne.