Review // Fantastic Beasts and Where to Find Them


Gosto muito de Harry Potter. Não como quem gosta daquele filme que apanhou uma vez na televisão, mas como quem tem Harry Potter como uma das suas dez coisas favoritas de sempre. Pego num dos livros a qualquer altura, para o reler ou para uma visita de dez páginas, e nunca deixei de rever os filmes frequentemente. O meu conhecimento daquele universo é tão grande quanto inútil (aposto que não conhecem muitas pessoas que se lembrem do nome completo de Albus Percival Wulfric Brian Dumbledore) e não há detalhe ou teoria de que não esteja a par. Por isso é justo dizer que, na passada sexta-feira e após um ano de espera ansiosa, cheguei ao cinema cheia de expectativas mas também com um olho pronto a disparar. Não acho que os filmes de Harry Potter sejam formidáveis (escrevi sobre isso aqui), mas foram indiscutivelmente bem sucedidos no requisito essencial de trazer a magia até nós. Sentimo-nos parte daquele universo, estamos lá dentro desde o primeiro minuto de Philosopher's Stone, e por isso estarei sempre grata aos realizadores, produtores, argumentistas, atores e às equipas que criaram os cenários e os figurinos, bem como à autora, por ter garantido que universo que imaginou estava a ser corretamente adaptado ao grande ecrã. Infelizmente, em Fantastic Beasts - um esforço sólido e, na minha opinião, um filme francamente bom dentro do seu género, com muito em seu favor - foi precisamente essa magia, aquela que nos enche a partir de dentro, que faltou. A boa notícia  - para além da natureza muito pessoal desta opinião, que é mais uma sensação - é que esta é a única grande falha que lhe encontro.


Em jeito de contextualização: em Harry Potter, Fantastic Beasts and Where to Find Them é um livro de magizoologia da autoria de Newt Scamander. O pequeno livro, espécie de manual escolar em Hogwarts, foi publicado, cheio de anotações de Harry e Ron. Pouco sabiamos sobre o Newt, mas a J.K. Rowling, que sempre pensou e escreveu sobre o universo mágico para além do conteúdo dos sete livros, já sabia muito. O filme foi anunciado em 2013, e em 2016  foi confirmado como o primeiro de uma franquia de cinco filmes. Não sou a favor da revisitação infindável do mesmo universo depois do término natural da história, mas este é um caso diferente. Afinal, o argumento estava a cargo da J.K. Rowling e o comando entregue a David Yates, que tinha realizado os últimos quatro filmes da saga de Harry Potter. E, apesar do desabafo inicial sobre a ausência da magia, gostei muito desta nova abordagem. 


Fantastic Beasts não é, nem tenta ser, Harry Potter. Embora isso me tenha entristecido durante a primeira hora do filme, reconheço que foi uma decisão inteligente para uma franquia que se espera continuar por mais quatro títulos. Somos apresentados a um ambiente diferente, menos místico e que, passando-se na Nova Iorque de 1926 - sessenta e cinco anos antes dos eventos de Philosopher's Stone - parece, não obstante, mais moderno (lembram-se das roupas maravilhosas dos professores Dumbledore e McGonagall? Esqueçam). Yates e Rowling encontraram o balanço ideal entre alusões àquilo que conheçemos e adoramos (ouvimos falar sobre Hogwarts, Dumbledore e Quidditch, por exemplo) e a dedicação a uma nova história. Não obstante a certeza de continuidade através de uma outra personagem que nos foi introduzida nos livros e traz a promessa de um perigo iminente para os próximos filmes, Fantastic Beasts não viverá na sombra da saga original. Com um argumento bem construído, excelentes atores e efeitos especiais convincentes (as criaturas mágicas estão lá e são fantásticas), é certo que quem voltar para o próximo voltará para acompanhar a jornada de Newt Scamander e não para matar saudades de Harry Potter. 

13 comentários

  1. Concordo totalmente contigo no que toca à diferença de abordagens, e honestamente gostei muito que assim fosse. Mesmo sem todo o *universo místico*, acho que conseguimos acompanhar a história e esta versão mais "realista" (?) tem o seu quê de diferente sem deixar de satisfazer a sede de magia aos Potterheads de serviço. Por mim, aprovadíssimo!

    Jiji

    ResponderEliminar
  2. Eu estou tão interessada em ver o filme que não vejo a hora! :)
    Adoro Harry Potter! Hihih
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Estou muito curiosa para ver o filme :)

    ResponderEliminar
  4. Ainda não fui ver o filme, mas sou certamente uma amante de Harry Potter e estou bastante entusiasmada. No entanto, depois de ler isto, sinto que vou mais preparada (pelo menos psicologicamente) para o que me espera!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Não é, de todo, o meu estilo... mas adoro o actor, fiquei curiosa!

    ResponderEliminar
  6. Nós somos outros fanáticos assíduos da saga e adorámos este filme. Adorámos o facto de nos afastar, sem que seja por completo, do que tanto gostamos. Adorámos o mundo mágico por que nos apaixonamos. Adoramos, porque adoramos a J. K. Rowling e dificilmente não adoraríamos algo da sua autoria. :P

    ResponderEliminar
  7. Fiquei curiosa, embora não morra de amores pelo Harry Potter gosto de ver

    ResponderEliminar
  8. Não fui logo ver o filme porque tive receio de que estivesse muita confusão (gosto de ver os filmes em silêncio), mas por alguma razão não estou ansiosa por ver o filme, mesmo sendo super fã de Harry Potter. Tenho a primeira edição da Pedra Filosofal e li o livro ainda antes de ter começado a publicidade boca-a-boca que levou ao sucesso de hoje em dia. No último filme do Harry Potter senti que estava a encerrar o capítulo da minha adolescência, apesar de já ter idade para ser mais que adulta. Talvez seja por isso que esta nova série não me puxe. Ainda assim vou ver, assim um dia destes.

    Beijinho,
    Vanessa

    ResponderEliminar
  9. Tou tão curiosa para ver o filme! Mas ridiculamente vão tira-lo de exibição do Braga Parque mais cedo e só vao deixar a versao 3D em horas ranhosas.. tou chateada!
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar
  10. E aqui está uma versão mais alargada e pormenorizada, típica de uma fã de Harry Potter, do meu pequeno post sobre este filme eheh
    Gostei muito do teu blog, já estou a seguir. Beijinhos🌙😙
    www.themooninmyroom.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. e eu que ainda não consegui ir ver!! aii tenho mesmo que arranjar tempo e companhia :)

    ResponderEliminar
  12. Também sou muito fã de Harry Potter. E por isso estava à espera de mais deste "Monstros Fantásticos". Mas vou-lhe dar mais uma oportunidade porque o filme está bem feito, só que me deixa com saudades dos outros tempos...
    Bjs
    AM
    andreiamoita.pt

    ResponderEliminar

© Kill Your Barbies. Design by Fearne.